Pauliki se reúne com secretários para traçar ações para o mês ‘Paraná Sem Drogas’

Pauliki Secretária Educação

Autor do projeto de lei que institui junho como o “Mês Estadual de Prevenção ao Uso Indevido de Drogas”, o deputado estadual e presidente do estadual do Solidariedade, Marcio Pauliki se reuniu com secretários do governo estadual para traçar ações que possam ser praticadas em todo o Paraná. Nesta semana foram realizados encontros com a secretária estadual de Educação, Lúcia Cortez Martins, e com o secretário estadual de Esportes, João Barbiero.

Conhecida como a lei “Paraná Sem Drogas”, a ideia é implantar uma política pública eficiente que estimule ações preventivas e campanhas educativas sobre o uso indevido de entorpecentes, além da inserção de usuários nos programas de assistência e tratamento.

“A política sobre drogas envolve uma série de setores e por isso se faz necessária uma política multidisciplinar. Precisamos prevenir e ter campanhas educativas que informem os riscos de se tornar um dependente químico. Mas também precisamos estar atento às pessoas que querem sair da dependência química”, ressalta o deputado Pauliki.

A lei ‘Paraná Sem Drogas’ visa promover esclarecimentos para conscientização sobre a prevenção ao uso das drogas, desenvolver campanhas e estimular a inserção nas escolas e locais de trabalho de dependentes químicos em tratamento. Com isso, equipes da Polícia Militar, Polícia Civil e também especialistas na área visitarão colégios públicos e particulares para realizar palestras e ações juntamente com os estudantes.

Dados preocupantes

Os números alertam para a necessidade de se intensificar ações contra o consumo de entorpecentes. De acordo com a Secretaria de Segurança do Paraná e Administração Penitenciaria (Sesp), em dados divulgados em abril deste ano, o Paraná teve um aumento no número de usuários de drogas, comparado entre 2016 e 2017. O crescimento foi de cerca de 21,68% – registrando mais de 12 mil usuários em 2016 e cerca de 15 mil em 2017).

Além disso, segundo levantamento divulgado pelo G1 em 2017, o Paraná constava como o estado com o maior índice de presos por tráfico de drogas. De acordo com os dados, no estado, 59% dos presos respondem por tráfico. O índice nacional é de 32,6%

“Muitos crimes que vemos por aí tem a droga como principal motivador. Campanhas educativas, intensas e que conscientizem os males que os entorpecentes provocam em toda sociedade são fundamentais. Ter um mês inteiro para debater esse importante tema de maneira séria e intensa contribui muito para toda a nossa sociedade”, enfatiza Pauliki.

 

Arquivos para download